sexta-feira, 29 de outubro de 2010

OS FALSOS PASTORES. CUIDADO

A primeira característica é a de que os falsos pastores apascentam a si mesmos. Mas o que isto quer dizer? São os pastores que negligenciam a finalidade de sua incumbência, que consiste em servir como verdadeiros despenseiros à igreja de Deus e passam a preocupar-se consigo mesmos. Os falsos pastores são aqueles que, utilizam do título para seu próprio favorecimento, como ocorre entre alguns pastores-políticos (SILAS MALAFAI); Se o oficio do padeiro é fazer pão, o do médico é curar pessoas, o do taxista é dirigir o taxi, o de pastor certamente será o pastorear com amor e espírito voluntário as ovelhas de Deus, e nunca se enveredar para pedir votos para políticos utilizando de sua influência sobre os membros de sua "seita" e de sua comunidade para pedir votos.
A segunda característica dos falsos pastores, é que eles somente se preocupam com a gordura das ovelhas e vestir-se de sua lã. O que isto quer dizer? Esses pastores ao invés de alimentar, com o puro leite espiritual, não falsificado, os crentes que estão sob sua liderança, exploram seus recursos materiais. Se os recursos materiais das ovelhas animais são a gordura e a sua lã, quais os recursos dos fiéis de muitas pseudo-comunidades cristãs, que são explorados? O dinheiro, que é tirado, através de induções feitas com grande cara de pau, com uma pitadinha de retórica barata, e misturada com a autoridade da bíblia.
A bíblia fala de um sacrifício vivo, santo, e agradável a Deus que é o culto racional dos cristãos verdadeiros, no entanto, nunca exige que os crentes vendam seus bens, como o carro, a geladeira, o sofá, a televisão etc., e entregue numa tal fogueira santa de Israel, para que depois vivam na pobreza, e se frustrem consigo mesmas e com Deus, tornando-se alguns ateus, e outros com sérios problemas mentais. E para que tudo isto? Para ajudar os pobres, construir creches e hospitais? Não! Estes recursos saqueados dos incautos fieis de suas igrejas são investidos em si e para si, numa atitude anticristã, imoral e até blasfema.
A terceira característica que enfatizo, com base no texto de Ezequiel, é o domínio com rigor exercido perversamente pelos falsos pastores.Não é a toa que lutam contra o ensino da teologia, pois, de outra forma, como poderão suas ingênuas ovelhinhas ouvir todo o lixo que dizem, como a necessidade de submeter –se cegamente a autoridade do pastor.A ignorância é imprescindível para o estabelecimento e a conservação de um domínio sobre os outros.

MUDEI O MEU VOTO POR CAUSA DO SILAS MALAFAI?

A campanha está terminando. Hoje assisti o programa eleitoral e gostei muito. Fiquei meio assim quando ouvi o Pastor Silas Malafai, chefe da Assembléia de Deus, pedindo votos para o José Serra. Não gostei. Não vi o Papa pedindo votos para José Serra ou Dilma. Vi apenas Bispos brasileiro orientando em quem não votar. Não vi nenhum pedindo votos na propaganda eleitoral. Como sou católico e vejo essas seitas fundamentalistas, travestidas de evangélicas, acusando, caluniando, difamando, injuriando nós católicos, resolvi mudar. Mudar o meio jeito e responder à altura todas as acusações e os maus tratos sofridos por nós católicos. Estarei com a Bíblia do lado para mostrar a verdade. Mostrar os malfeitos.
Trarei constantemente situações que comprovam o estelionato (art. 171 do CP) contra as pessoas humildes. A tentativa de aproveitamente da pouca instrução do povo pobre em prol do roubo discarado e disfarçado.
"Mas o Espírito expressamente diz, que nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” ( 1 Tm 4.1)
No capítulo 34. 1-4 de Ezequiel, Deus ordena que o profeta, vá em direção dos pastores de Israel dos seus dias para censurar a sua conduta imoral e apóstata
Vamos à Luta.

SERRA, O LÍDER QUE O BRASIL PRECISA. VEJA PORQUE

Dilma chama a religião de mais de um bilhão de pessoas de “a crença do papa”. Achei que também fosse a dela…

“Eu acho que é a posição do papa e tem que ser respeitada. Encaro que ele tem o direito de manifestar o que ele pensa. É a crença dele e ele está recomendando uma orientação”.

É a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, referindo-se ao pronunciamento inequívoco do papa Bento 16, que condenou o aborto e recomendou aos bispos brasileiros que orientem seus fiéis a não votar em candidatos que defendam a legalização. Já escrevi a respeito.

“É a crença dele…” Errado! É a crença de mais de um bilhão de católicos no mundo inteiro, para os quais o papa é a máxima autoridade religiosa. O PT pediu — e ministro Henrique Neves, do TSE, autorizou — que impressos dando EXATAMENTE ESSA ORIENTAÇÃO fossem recolhidos. Era uma encomenda da Diocese de Guarulhos.

“Crença dele?” Achei que fosse a dela também. Nos últimos dois meses, eu a vi na Igreja algumas vezes. Na Basílica de Aparecida, ela até chegou a fazer o “Pelo Sinal”. Como Gilberto Carvalho, o réu, não conseguiu dar um curso intensivo, ela errou um tantinho a seqüência “esquerda-direita” na hora de representar o Lenho Sagrado. Acrescentou ainda um toque a mais no nariz etc. Ela queria nos passar a idéia de uma conversão sincera. “Crença dele”???

Instada a comentar a reação do PT à recomendação de igrejas cristãs em favor do voto antiaborto, ela comentou:

“Vamos separar as questões. Eu não acho que o papa tem nada a ver com isso. No Brasil, ocorreu outra coisa: uma campanha que não veio à luz do dia; quem fez a campanha não se identificou, não mostrou sua cara. Foi uma campanha de difamações,calúnias e algumas feitas ao arrepio da lei porque a lei proíbe que isso ocorra. Ele veio a público e falou a posição dele”.

Epa! Há uma salada russa aí. O impresso que o PT pediu para recolher não poderia estar mais à luz do dia; não poderia ser mais iluminado: trazia a assinatura de três bispos; foi redigido pela Comissão de Defesa da Vida da Regional Sul I, da CNBB.

Quais as calúnias? Quais as difamações?
Pergunta - Dilma é ou não favorável à descriminação do aborto?
Resposta - É. Entrevista à Folha em 2007 e à Marie Claire em abril de 2009 provam que sim.
Pergunta - Dilma integra ou não um governo que agiu em favor da descriminação do aborto?
Resposta - Sim!
Pergunta - O Programa Nacional de Direitos Humanos que ganhou forma final na Casa Civil, quando Dilma era ministra, trazia ou não a descriminação do aborto como diretriz?
Resposta - Sim!
Veja o vídeo abaixo:

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

'Não deem seu voto à Sra. Dilma Rousseff', diz bispo em jornal católico


Bispo de Guarulhos associa petista à defesa da legalização do aborto. Ele assina texto na edição de outubro da 'Folha Diocesana'.

Em texto publicado na edição deste mês da "Folha Diocesana", jornal da Arquidiocese de Guarulhos (SP), o bispo dom Luiz Gonzaga Bergonzini pede aos leitores que não votem na candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff.

Não reformo ou 'mascaro' a verdade. Não altero quanto eu já escrevi a respeito da defesa da vida para agradar a outros ou esconder a verdade. Reafirmo o que em artigos anteriores escrevi e mantenho. Não Votem em Candidatos ou Partidos que Apoiam o Aborto. Reafirmo o que antes disse no meu primeiro artigo acima citado: Não deem seu voto à Sra. Dilma Rousseff" [os grifos são originais], afirma dom Luiz Bergonzini no texto do editorial, intitulado "Autenticidade e coerência".

Com tiragem de 28 mil exemplares, segundo o expediente da publicação, o jornal é distribuído nas paróquias e em missas nas igrejas da cidade. Na página 11 da mesma edição, o artigo "Os Cristãos, o PT e a liberdade de consciência", assinado pelo padre Berardo Graz, membro da Comissão de Defesa da Vida da Diocese de Guarulhos, aborda a questão do aborto e critica o PT.

SERRA ELOGIA PRONUNCIAMENTO DO PAPA


O candidato do PSDB à Presidência da República participou de encontro com prefeitos e lideranças políticas em Uberlândia, em Minas Gerais, na tarde desta quinta-feira (28). O tucano estava acompanhado do senador eleito Aécio Neves e do governador reeleito de Minas, Antônio Anastasia.

Serra comentou a declaração do Papa Bento XVI, que afirmou nesta manhã que os bispos têm o dever de emitir julgamento moral "também em matérias políticas". O candidato disse não ter lido a íntegra do texto do pontífice, mas ficou sabendo do conteúdo do pronunciamento.

"O Papa é um líder espiritual mundial da Igreja Católica, ele tem pleno direito de emitir as suas diretrizes e orientações para os católicos do mundo. Tem plena liberdade de fazê-lo", comentou Serra. "É um guia espiritual muito importante. E a defesa da vida é algo que merece fazer parte das palavras do papa, além do que, é previsível, além do quê, é bom para o mundo ouvir isso, a defesa da vida", disse em coletiva após o encontro com prefeitos.

RECADO AOS BISPOS DO BRASIL. POR REINALDO AZEVEDO

Vamos ver, agora, se a ala vermelha da CNBB vai ter a coragem, ou a cara-de-pau, de sustentar o contrário. Em pronunciamento dirigido hoje aos bispos brasileiros (íntegra no post abaixo), o papa Bento 16 deixou claro que eles têm a missão pastoral de condenar o aborto e de orientar politicamente os fiéis quando estão em pauta valores fundamentais da Igreja. E devem fazê-lo sem temer reações negativas.

Assim, o Apelo a Todos os Brasileiros, carta contra o aborto elaborada pela Comissão de Defesa da Vida da Regional Sul I da CNBB, pode não expressar a posição de todos os bispos brasileiros, mas expressa a posição oficial da Igreja e do papa Bento 16. A fala do Sumo Pontífice evidencia, ainda, que a decisão do ministro do TSE Henrique Neves, que mandou recolher impressos com aquele apelo, pode ser caracterizada como perseguição religiosa.

Afinal, o documento não era apócrifo: reproduz o pensamento da comissão, dos bispos que o assinam, de milhares de outros religiosos, de milhões de católicos e, como se nota, do chefe inquestionável da Igreja Católica. Quem não gosta do texto é Frei Betto, aquele “católico” (!) que já criou a sua própria “Ave, Maria” e que já fez orações em que Santa Tereza D’Avila dá uma transadinha com Che Guevara, de onde nasceria o cristão exemplar da América Latina!!!

Há dois catolicismos, sem dúvida: há o de Bento 16 e há o de Frei Betto. Como só pode haver um, o outro é aquele que tem rabo, o anhangá, o belzebu, o chavelhudo, o farrapeiro, o feio, o fioto, o maligno, o pé-de-cabra, o sarnento, o tinhoso, o zarapelho…

Na defesa que a Diocese de Guarulhos enviou ao TSE, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo de Guarulho, afirma que foi ele, sim, quem encomendou os impressos. E que o fez de acordo com os valores da Igreja Católica. É o que confirma Bento 16. Não! O papa não tem poder sobre as leis no Brasil. Então pergunto a Henrique Neves por que aquele apelo desrespeitaria a lei. Ou será que a religião católica será colocada na ilegalidade no Brasil porque seus princípios ofendem o PT? E os bispos da CNBB que andaram tendo chilique, protestando contra aquele apelo devem dizer a quem obedecem: ao papa de Roma ou ao “papa” do Palácio do Planalto. Lembro de novo: só há uma Igreja Católica, e só há um papa. E “Uma” é conduzida por “Um”. Os outros “catolicismos” são artes do labrego, do mafarrico, do excomungado.

O TOP FIVE DE DILMA. VEJA E DECIDA EM QUEM VOTAR

Papa pede a bispos que reforcem aos brasileiros a posição da Igreja Católica - e o poder do voto - contra o aborto



"Em reunião com bispos da região nordeste do país nesta quinta-feira, o papa Bento XVI falou a respeito do aborto e – sem citar diretamente a eleição do próximo domingo – pediu aos religiosos que orientem politicamente os fiéis, reforçando a posição da Igreja Católica a respeito do tema. O encontro ocorreu pela manhã, em Roma. “Em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum”, afirmou o pontífice.

“Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases”, disse o papa. “Portanto, caros irmãos no episcopado, ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambiguidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo.”

A polêmica em torno da descriminalização do aborto foi destaque no segundo turno da eleição presidencial. O assunto ganhou força quando começaram a circular pela internet vídeos e entrevistas em que a candidata do PT Dilma Rousseff defende abertamente o aborto – posição que ela mudou pouco antes de se tornar candidata. “Acho que tem de haver descriminalização do aborto”, disse em 2007, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. “No Brasil, é um absurdo que não haja.”

Falando a bispos do Maranhão, Bento XVI disse: “Neste ponto, política e fé se tocam. A fé tem, sem dúvida, a sua natureza específica de encontro com o Deus vivo que abre novos horizontes muito para além do âmbito próprio da razão. Com efeito, sem a correção oferecida pela religião até a razão pode tornar-se vítima de ambiguidades, como acontece quando ela é manipulada pela ideologia, ou então aplicada de uma maneira parcial, sem ter em consideração plenamente a dignidade da pessoa humana”.

O papa ainda falou a respeito do ensino religioso nas escolas e conclamou os bispos a defender a manutenção dos símbolos religiosos em repartições públicas. “Por isso, amados irmãos, uno a minha voz à vossa num vivo apelo a favor da educação religiosa, e mais concretamente do ensino confessional e plural da religião, na escola pública do estado”

“Queria ainda recordar que a presença de símbolos religiosos na vida pública é ao mesmo tempo lembrança da transcendência do homem e garantia do seu respeito. Eles têm um valor particular, no caso do Brasil, em que a religião católica é parte integral da sua história”.

Em seu discurso, o pontífice lembrou os grandes monumentos religiosos no Brasil: “Como não pensar neste momento na imagem de Jesus Cristo com os braços estendidos sobre a baía da Guanabara que representa a hospitalidade e o amor com que o Brasil sempre soube abrir seus braços a homens e mulheres perseguidos e necessitados provenientes de todo o mundo? Foi nessa presença de Jesus na vida brasileira, que eles se integraram harmonicamente na sociedade, contribuindo ao enriquecimento da cultura, ao crescimento econômico e ao espírito de solidariedade e liberdade”."

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/papa-condena-o-aborto-e-pede-a-bispos-que-reforcem-aos-brasileiros-o-poder-do-voto-para-defender-o-bem-comum

NO FUNDO, NO FUNDO, PEDIU PARA NÃO VOTAR NA DILMA.

Papa condena aborto e pede para bispos brasileiros orientarem politicamente fiéis



O papa Bento 16 condenou nesta quinta-feira, em reunião em Roma, o aborto e clamou para que um grupo de bispos brasileiros orientem politicamente fiéis católicos, sem mencionar diretamente as eleições que acontecem no próximo domingo.

"Os pastores têm o grave dever de emitir um juízo moral, mesmo em matérias políticas."
O papa reiterou a posição católica a respeito do aborto, condenando o uso de projetos políticos que defendam aberta ou veladamente sua descriminalização.

Segundo ele, a democracia só existe quando "reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana".

Bento 16 fez um "vivo apelo a favor da educação religiosa" nas escolas públicas e pediu ainda pela presença de símbolos religiosos em locais públicos. O Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, é citado como um exemplo de monumento que contribuiu para o "enriquecimento da cultura, ao crescimento econômico e ao espírito de solidariedade e liberdade".

O aborto ganhou espaço na mídia e na boca dos candidatos a presidente Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) no final do primeiro turno, impulsionados pela movimentação de igrejas evangélicas e segmentos católicos que pregavam voto anti-Dilma Rousseff (PT) e pró-vida --a petista já defendeu a prática.

E a Dilma? O que ela pensa? Ele diz ser a favor e depois contra... Acreditar nela... Eu não.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

COMISSÃO DA CÂMARA: REUNIÃO ÀS PORTAS FECHADAS, POR QUE?



Não entendi nada.
Hoje na Câmara Municipal de Sobral, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação resolveu realizar reunião 'secreta' e de portas fechadas com o intuito de elaborar o Parecer da Comissão em relação ao Orçamento do Município de Sobral.
Vocês sabem por quê? Vamos responder.
O edil Marco Prado procurou se assessorar e elaborou emendas ao Orçamento destinando mais recursos para as crianças e adolescentes na Secretaria de Educação, retirando recursos de propagandas do Município e da secretaria de gestão. Pasmen Senhores. O vereador Adaldécio, que não tem tempo para ser relator da Comissão de Constituição e Justiça, só chegou à Câmara Municipal depois de 12:00 impedindo ainda que a assessoria do vereador Marco Prado de poder participar da referida reunião alengando 'que estava trabalhando' (essa é boa, Adaldécio trabalhando como vereador).
Ora vereador Adaldécio, no Brasil, baseado no princípio da publicidade e moralidade administrativa, não existem reuniões de comissão secretas, podendo participar inclusive qualquer pessoa do povo. A assessoria do vereador Marco Prado estava para participar desta reunião para repassar todas as informações nela existentes ao edil, como é comum nas reuniões das Comissões da Câmara Federal, que inclusive são transmitidas ao vivo pela rede de televisão.
Temos que destacar que o presidente da Comissão, Dr. João Alberto, em nenhum momento apresentou dificuldades na atuação da assessoria do vereador Marco Prado, ao contrário, garantiu a sua participação em todos os eventos.
O problema foi o vereador Adaldécio Linhares que se sentiu incomodado, tendo em vista que, como é público e notório, não tem competência para ser relator da mais importante comissão da Casa do Povo de Sobral, além de não ter chegado dentro do horário previsto para início da reunião da referida Comissão.
Aliás leitores, o vereador Adaldécio sequer participou da sessão de ontem na Câmara, cujo objetivo era justamente tratar do orçamento público de Sobral. E olha que ele é 'líder' do Prefeito e, infelizmente, tem deixado a desejar, como diria o radialista José Maria Félix.

DO BLOG.
O que diz o regimento: Art. 31 - As sessões da Câmara serão públicas, salvo deliberação em contrário, tomada pela maioria de 2/3(dois terços) de seus membros, quando ocorrer motivo relevante de preservação do decoro parlamentar.
O que diz a Lei Orgânica: Art. 72 - A Administração Pública direta, indireta, ou fundacional, e qualquer dos poderes do Município obedecerão aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, eficiência e, também aos
seguintes

terça-feira, 26 de outubro de 2010

RECADO AOS VEREADORES HERMENEGILDO E JÚNIOR BALREIRA




Veja o que diz o Código de Trânsito Brasileiro.
Art. 72. Todo cidadão ou entidade civil tem o direito de solicitar, por escrito, aos órgãos ou entidades do Sistema Nacional de Trânsito, sinalização, fiscalização e implantação de equipamentos de segurança, bem como sugerir alterações em normas, legislação e outros assuntos pertinentes a este Código.

Art. 88. Nenhuma via pavimentada poderá ser entregue após sua construção, ou reaberta ao trânsito após a realização de obras ou de manutenção, enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação.
Parágrafo único. Nas vias ou trechos de vias em obras deverá ser afixada sinalização específica e adequada.

Vi o secretário dizer que os agentes de trânsito tem que cumprir a lei. Ora bolas. Secretário cumpra a lei. Veja o art. 88 do CTB que obriga que após qualquer construção em via pavimentada esta só deve ser entregue quando devidamente sinalizada.

DO BLOG. Nem se preocupem senhores vereadores. O prefeito e o secretário não cumpre a legislação de trânsito.

E mais:
Art. 90. Não serão aplicadas as sanções previstas neste Código por inobservância à sinalização quando esta for insuficiente ou incorreta.
§ 1º O órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via é responsável pela implantação da sinalização, respondendo pela sua falta, insuficiência ou incorreta colocação.

As multaS em Sobral deveriam ser todas anuladas já que a sinalização de trânsito em Sobral é insuficiente e muitas vezes incorretas.

MARCO PRADO DIZ QUE PREFEITO ESTÁ SENDO EXECUTADO EM MAIS DE R$ 500 MIL REAIS



O vereador Marco Prado disse que o prefeito de Sobral, Leônidas Cristino, está sendo executado por descumprimento de ordem judicial proveniente MM. Juiz Dr. Lucivaldo Muniz. O valor da 'multa' seria de mais de R$ 500 mil reais. Resta saber onde o prefeito vai arranjar tanto dinheiro para pagar tal multa. Marco Prado disse ainda que Leônidas Cristino chegou a contratar escritório de advocacia em Fortaleza para lhe salvar da multa.
DO BLOG. Temos conhecimento que existe sim uma ação judicial contra o prefeito por descumprimento de ordem judicial e que este valor seria de cerca de R$ 500 mil reais. O blog apresentará cópia da ação que comprova o alegado pelo edil Marco Prado.

CONTROLE DA MÍDIA. SBT FOGE DE COMPROMISSO. ISSO É UMA VERGONHA


"O SBT-Nordeste procurou a campanha de José Serra para cancelar a entrevista que faria com o candidato tucano à Presidência da República nesta quarta-feira, às 12h20, em substituição ao debate inviabilizado pela recusa de Dilma Rousseff (PT) em participar.
O evento, sobre temas específicos da região, seria transmitido por dez emissoras afiliadas ao SBT, com geração pela TV Aratu de Salvador. Quando da negociação das regras do debate com as duas campanhas, ficou estabelecido por escrito que, em caso de desistência de um dos participantes, o outro seria entrevistado por 30 minutos, e a ausência do oponente seria mencionada pelo mediador no início de cada bloco.
O SBT-Nordeste, porém, alegou a assessores de Serra ter recebido pressão da cúpula nacional da emissora para não realizar a entrevista."

COMENTÁRIOS

SBT? É aquela emissora que contribuiu para espalhar a farsa da “bolinha de papel”, que, a um só tempo, buscou tornar irrelevante uma agressão fascistóide, debochar da vítima e ainda inverter a lógica das culpas? É, sim!

O SBT Nordeste alega pressão vinda da cúpula da emissora, e a cúpula da emissora certamente recebe pressão da cúpula do governo. Trata-se de um escândalo, que escarnece da liberdade de imprensa. O que temos, então? A ser assim, é Dilma quem decide quando Serra fala ou não. Se ela decidir comparecer aos eventos, então ele fala também. Se ela se negar, então ele também silencia.

Eis a “mídia” que os petistas consideram que precisa estar sob controle! É bem verdade que, quando defendem essas teses, não estão pensando em emissoras como o SBT ou a Record — sim, algumas outras podem entrar nesse grupo; tudo a seu tempo. Quando se fala em “controle da mídia”, o alvo, nas TVs, é a Globo; no caso das revistas, como eles revelam tantas vezes, é a VEJA — e vai por aí.

Afinal de contas, do que é que eles não gostam mesmo? De jornalismo independente, ora essa! Como todos os ditadores, eles nada têm contra quem concorda com eles e endossa seus métodos.
Por Reinaldo Azevedo

DO BLOG. Melhor que SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) é melhor SPT (Sou do Partido dos Trabalhadores). VERGONHA. VERGONHA. A RECORD É DO MESMO JEITO.

DEBATE MOSTRA QUEM É DILMA

"No confronto na TV Record, pela primeira vez José Serra pareceu compreender que disputa a Presidência da República contra a adversária que todo candidato pede a Deus ─ e foi à luta. No penúltimo debate da campanha, enfim ajudou a mostrar Dilma como ela é.
As perguntas que fez e as respostas que deu contribuíram para escancarar a impostura. Os espectadores com mais de 10 neurônios entenderam que a gerente de país nunca existiu: o PAC é uma piada, as obras não saem do papel, a executiva genial só conjuga no futuro verbos como fazer e construir . Entenderam que a administradora onipresente e onisciente é tão real quanto o diploma de doutora: quem ignora ou nem percebe as bandalheiras da melhor amiga na sala ao lado não pode pilotar sequer um triciclo. Entenderam que Dilma Rousseff, antes e acima de tudo, tem tanto compromisso com a verdade quanto um estelionatário vocacional.
Para desmontar a fraude, Serra não precisou ser agressivo, nem áspero, muito menos grosseiro. Bastou falar sem rodeios. Durante duas horas, respondeu com firmeza e fez as perguntas que deveria ter feito. Por isso mesmo, restou uma pergunta ainda sem resposta: por que o candidato da oposição não agiu assim desde o primeiro segundo do primeiro debate do primeiro turno?".
Por Augusto Nunes.

ZÉ VYTAL DIZ A VEREADOR PARA NÃO PROCURAR A PREFEITURA PARA RESOLVER PROBLEMAS DE MULTAS


O vereador José Vytal diz ao edil Luciano Feijão que problemas relacionados a multa não vá a prefeitura para resolver 'pois não adianta nada'. O vereador quis deixar claro que vereador não é respeitado devendo 'mandar outra pessoa' para a solução do impasse em relação a multa aplicada indevidamente.

LUCIANO FEIJÃO DIZ QUE FOI MULTADO E AINDA "MANGARAM" DELE


O vereador Luciano Feijão diz que na inauguração do Comitê da campanha localizado no boulevard do Arco foi multado. Luciano encontrou-se imediatamente com o Prefeito e o deputado estadual Ivo Gomes e reclamou: "Prefeito eu fui multado, Ivo eu fui multado. Eu vim para a inauguração do Comitê.". Leônidas foi sarcástico: "Tu foi multado. kkkkkkkkkkkkkkk". Ivo também mangou: "kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk".
Como o vereador é rico, deixou para lá. Mas independente do lado político, seria salutar que em eventos desta natureza tivéssemos um pouco mais de bom senso, afinal ali se fazia a democracia.

PAULO VASCONCELOS QUER SAIR DO PRB DE OMAN



O blog tomou conhecimento que o vereador Paulo Vasconcelos estaria querendo que o seu atual Partido (PRB) o "pedisse" para sair, evitando assim que o mesmo perdesse o mandato por infidelidade partidária.
Após as últimas eleições, Paulo Vasconcelos não queria permanecer no PRB já que sua sobrevivência estaria comprometida, caso viesse a disputar a reeleição de vereador, em virtudo do fraco número de filiados e do pífio potencial de votos de seu atual partido, o PRB.
O blog está tentando apurar a verdade de tais fatos, mas que tal situação já era ventilada mesmo antes da derrota de Oman Carneiro para deputado federal.

DENÚNCIA: AUSÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO DE "MOTOTÁXIS PIRATAS"



O Presidente do Sindicato dos Mototáxis de Sobral, José Oliveira Vitorino, denuncia ao Blog a ausência de fiscalização contra o mototaxistas piratas. Segundo o presidente, as promessas de fiscalização não são cumpridas pela prefeitura de Sobral. "Estamos aguardando a boa vontade da Prefeitura. A situação está virando um caos", afirmou o presidente. "Já apresentamos à prefeitura inclusive as placas das motos piratas. Eles dizem que não tem pessoal suficiente para fiscalizar. Isso não justifica". Vitorino diz que o sindicato sempre teve um bom relacionamento com o Município mas que agora está ficando ruim a convivência pacífica. Ele aguarda uma resposta até a próxima sexta-feira, caso contrário, poderá ser iniciado manifestos e protestos da categoria.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

FORQUILHA ESTÁ COM SUA "CASA DE PARTO" COM AS PORTAS FECHADAS.

Lamentar que a cidade de Forquilha tenha fechado a "única Casa de Parto da Cidade". Um projeto belíssimo, elegiado pela população, que agora fechou as portas. Soube que as mulheres do Forquilha voltaram a ter seus filhos na nossa Princesa do Norte. A maternidade agora é uma ambulância com destino á Sobral, ás pressas. Isso não é bom prá ninguém. O povão do município perde com isso.
A Casa de Parto era um projeto que garantia aos filhos dos forquilhenses o direito de nascer na sua "terra natal". Uma pena ter fechado suas portas.
Enquanto funcionou, vários filhos de forquilhesse, nasceram alí, com dignidade, e eram acolhidos pelo serviço social do município. Foi inclusive visitada e muito elogiada pelo Secretário de Saúde do Estado do Ceará, Dr. João Ananias. Não sei o que aconteceu! Estamos feito carrangueijo? Andando prá trás?? Uma pena... Torço para que volte a funcionar...

(vi no blog http://beneditosfernandes.blogspot.com/)

Bispo aumenta críticas e chama PT de 'partido da morte'

"O PT é o partido da mentira, o PT é o partido da morte", afirmou ontem d. Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo diocesano de Guarulhos, na Grande São Paulo. "O PT descrimina o aborto, aceita o aborto até o nono mês de gravidez. Isso é assassinato de ser humano que não tem nem o direito de se defender."
D. Luiz é a voz dentro da Igreja católica que desconforta Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência, e a coloca no centro da polêmica sobre o aborto. É dele a iniciativa de fazer 2 milhões de cópias do folheto "apelo a todos os brasileiros e brasileiras".

Mais que um libelo contra a interrupção da gravidez, o documento é uma recomendação expressa aos brasileiros para que "nas próximas eleições deem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários ao aborto". Não cita nominalmente a petista, mas é a ela que se refere claramente.

"Eu tenho uma palavra só, eu não tenho duas ou três palavras como a dona Dilma tem. Ela apresentou três planos de governo, o segundo mascara o primeiro e o terceiro mascara o segundo", disse d. Luiz, na casa episcopal, onde recebeu a imprensa para falar pela primeira vez sobre a ação da Polícia Federal que, há uma semana, confiscou 1 milhão de folhetos por ordem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A corte acolheu liminarmente ação cautelar do PT que alegou ser alvo de documento apócrifo e falso. "Foi uma violência contra a Igreja", reprova o bispo. Mas ele não recua. Por meio dos advogados da Mitra de Guarulhos, João Carlos Biagini e Roberto Victalino de Brito Filho, o bispo requer ao TSE que revogue a decisão provisória e determine a imediata devolução da papelada que mandou fazer na Gráfica Plana, no Cambuci, em São Paulo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

domingo, 24 de outubro de 2010

"PRECISAMOS DE UM GOVERNO COM CARÁTER", AFIRMA SERRA EM DISCURSO



José Serra aproveitou o maior comício da campanha tucana nestas eleições, neste domingo no Rio, para fazer um duro discurso contra a corrupção e o PT. O candidato, que já havia usado parte de seu programa eleitoral para repercutir a reportagem dessa semana de VEJA – que revela que o Ministério da Justiça era pressionado a produzir dossiês contra adversários -, usou o evento com mais de 2.000 pessoas para condenar este e outros recentes escândalos ligados à Casa Civil.

“Chega de escândalos. Precisamos no Brasil de um governo que tenha caráter, que se traduza na verdadeira honestidade. Não podemos viver uma situação de mentira permanente”, destacou ele. “Hoje, a democracia tem sido transgredida e a imprensa, intimidada. Para nós, democracia não é instrumento de chegar ao poder e solapá-lo, mas um modo de viver.”

Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/eleicoes/veja-acompanha-jose-serra/precisamos-de-um-governo-com-carater-diz-serra/

SERRA CONSEGUE VÁRIOS DIREITOS DE RESPOSTA CONTRA MENTIRAS DE DILMA

A campanha de José Serra conseguiu vários direitos de resposta na Justiça contra mentiras invocadas na campanha da petista Dilma. O Tribunal Superior Eleitoral não tem perdoado as mentiras e falsidades propostas pela campanha de Dilma.

CNBB APOIA CARTA DA DIOCESE CONTRA DILMA



A diocese de Guarulhos garantiu, em entrevista coletiva neste sábado (23), que o conteúdo do material impresso em gráfica no bairro do Cambuci, em São Paulo, pedindo que fiéis não votem na candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, é verdadeiro e documento oficial da Igreja, reconhecido pela regional Sul-1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O material impresso traz mensagem contrária ao aborto e foi distribuído pelo bispo de Guarulhos, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini.

O bispo ganhou notoriedade nestas eleições ao pedir aos fieis que não votem em Dilma Rousseff. Nesta quinta-feira (21), ele recebeu apoio da CNBB. Dom Geraldo Lyrio Rocha, presidente da entidade, afirmou que a ação do bispo de Guarulhos está “dentro da normalidade”.

Bergonzini negou apoio a qualquer candidato, mas disse que tem o direito de desaconselhar o voto a quem defenda o aborto. "Não acredito em partido político algum. Sou político, mas não sou partidário", afirmou o bispo. "O PT aceita o aborto até o 9º mês de gravidez. Tenho o direito como cidadão e o dever como bispo de alertar contra isso."

sábado, 23 de outubro de 2010

PADRE ZÉ É RECEBIDO NO PROGRAMA BATE PAPO COM IVAN FROTA

O deputado federal Padre José Linhares Ponte será recebido no programa Bate Papo com Ivan Frota no Beco do Cotovelo. Neste evento em comemoração ao aniversário do Padre Zé, ocorrido no último dia 21 de outubro, ele agradecerá a todo o povo pelos seus mais de 92 mil votos conquistados no último pleito.
PARABÉNS PADRE ZÉ.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Roberto Freire: Dilma banca a beata e quer apoio dos “Edir Macedos”

“O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, criticou o presidente Lula (PT) e a candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), pela discussão religiosa durante a campanha. Para o popular socialista, o assunto foi trazido para o debate político de forma “equivocada” pela própria ex-ministra da Casa Civil. “Pelas suas relações, ela imaginava iria se beneficiar dessas discussões de Lula fazendo concordata (acordo) com o Vaticano. Não tínhamos nenhuma questão religiosa para isso. Quem fez concordata, e Lula não quis se comparar a ele, foi Mussolini, porque havia uma crise religiosa com a Igreja Católica na Itália, exatamente pela existência do Vaticano. Lula teve que fazer por conta dos evangélicos, através de uma lei feita às pressas”, afirmou Freire.

Segundo o dirigente, por conta dessa postura, o presidente Lula privou o País de ter debates que estão acontecendo em outros países. “O Mundo todo está discutindo em relação à falta de costumes, de gênero, à luta das mulheres. Lula não discutiu, porque a sua filosofia é do pobrismo, é de dividir o Brasil entre pobre e rico. Isso é de um reducionismo que você impede um debate político que em oito anos não tivemos. Ele busca esse tipo de política, a política pobre, do pobre contra o rico”, criticou Freire. “E quando o PT veio falar em Plano Nacional de Direitos Humanos, gera um problema enorme com a Igreja. Aí faz concessão a Igreja, e pega uma candidata que tinha assumido a posição do Plano Nacional de Direitos Humanos, que é uma posição história das mulheres e da esquerda brasileira. Ela diz que é favorável e por conta das injunções do seu governo, ela desdiz. E trouxe esse tema que evidentemente está dominando o debate. Mas ainda bem que parece que está saindo. Mas a discussão religiosa foi trazida de forma equivocada pela candidata, que agora banca a beata para poder ter o voto dos Edir Macedos da vida e acalmar a Igreja”, completou o dirigente, eleito deputado federal por São Paulo.”

(Folha de Pernambuco)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

NÃO ACREDITO NOS INSTITUTOS DE PESQUISAS

Todas as pesquisas erraram no primeiro turno. O próprio CNT/Sensus, havia divulgado no dia 29 de setembro de 2010, véspera das eleições, que Dilma liderava a corrida pelo Palácio do Planalto com 54,7% dos votos válidos e Serra na segunda colocação, com 29,5% dos votos válidos, seguido da senadora Marina Silva (PV), que tem 13,3% das intenções de voto.

Erraram feio. Dilma não ganhou no primeiro turno, Serra teve mais de 33% dos votos válidos e Marina mais de 20% dos votos. O que dizer dos institutos de pesquisa. Eu não acredito mais.

Vamos as pesquisas mentirosas que não deram certo no primeiro turno.

1) Pesquisa do Instituto Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada nesta quarta-feira (29) aponta liderança da candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, com 50%. O tucano José Serra aparece na segunda colocação, com 27%, seguido da senadora verde Marina Silva, que tem 13% das intenções de voto.
De acordo com a CNI, que não disponibilizou os votos válidos mas os oficializou após o levantamento, descontando os brancos, nulos e indecisos, Dilma tem 55%. José Serra tem 30% e Marina Silva tem 14%. Os demais somariam 1% dos votos. Por essa perspectiva, explica a CNI, se as eleições fossem hoje, a ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, estaria eleita no primeiro turno.

2)A pesquisa diária Tracking, do Instituto Vox Populi, mostra neste sábado 2 de outubro, um dia antes da votação, que Dilma Rousseff (PT) se manteve na liderança, com 47% dos votos totais, contra 26% de José Serra (PSDB) e 14% de Marina Silva (PV). Indecisos ainda somam 8% e brancos e nulos 4%. Dilma e Serra oscilaram negativamente um ponto percentual em relação ao levantamento da sexta-feira 1. Marina teve o seu maior crescimento, ao subir de 12% para 14%. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.
Nos votos válidos, a petista registra 53%, o tucano 30% e a verde 16%. Segundo esses números, Dilma ganharia a corrida presidencial já no primeiro turno.

3)O Instituto Datafolha divulgou durante a madrugada de hoje (30.09.2010) uma nova pesquisa sobre intenção de voto para a eleição presidencial do próximo domingo. De acordo com o levantamento, Dilma Rousseff (PT) se elegeria no primeiro turno com 52% dos votos válidos, contra 31% de José Serra (PSDB) e 15% de Marina Silva (PV).

Serra venceu último debate presidencial, diz CNT/Sensus

Divulgação dia 20 de outubro

O candidato tucano ao Palácio do Planalto, José Serra, teve melhor desempenho e venceu o debate entre presidenciáveis realizado pela Rede TV! no último domingo (17), informou nesta quarta-feira (20) pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Daqueles que acompanharam a transmissão no domingo, 53,5% consideram que Serra foi o vencedor, enquanto 46,5% apontaram melhor desempenho da petista Dilma Rousseff.

Dos entrevistados pela pesquisa, apenas 31,6% do eleitorado assistiram ao debate ou o acompanhou em parte. Outros 22,6% ouviram falar da transmissão com os candidatos que disputam o segundo turno, e 43,8% não tiveram qualquer conhecimento do último debate promovido entre os candidatos à presidência da República.

O tema "privatização", por exemplo, dominou o confronto entre Dilma Rousseff e José Serra nos blocos iniciais do debate da Rede TV!. O tema foi explorado com sucesso pela campanha petista na disputa pela reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006, mas no debate deste domingo o candidato do PSDB, José Serra, encontrou uma forma de abordar o tema mais palatável para o eleitor: ressaltou os benefícios da desestatização da telefonia, que permitiu a rápida disseminação dos telefones celulares.

Quando medido o nível de acompanhamento da propaganda eleitoral gratuita, José Serra também é apontado como o que tem apresentado melhor conteúdo no rádio e na TV com 50,1%. Dilma Rousseff teve 49,9% das menções nesse quesito.

A partir do dia 8 de outubro, quando começaram a ser transmitidas as peças publicitárias dos candidatos no segundo turno, os programas eleitorais na televisão, apontados pelos partidos políticos como grande catalisador de votos, foram os mais vistos, com 54,7% de menção dos entrevistados. Os programas no rádio foram acompanhados por apenas 5,1%.

Em ambas as mídias, o acompanhamento é de 8,7% do eleitorado. Outros 21,5% ouviram falar da propaganda gratuita, e 8,3% não tiveram conhecimento dela.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada nos dias 18 e 19 de outubro, com 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 36.192/2010.

DIOCESE DIZ QUE FOLHETO (CONTRA DILMA) SÃO VERDADEIROS

A Diocese de Guarulhos protocolou nesta quarta-feira (20) um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a extinção de processo movido pela campanha da presidenciável Dilma Rousseff (PT) contra gráfica que imprimiu folhetos que a relacionam com a defesa da descriminalização do aborto. A Diocese pediu também a revogação da liminar do próprio TSE que concedeu a apreensão dos folhetos.

O TSE confirmou o protocolo do pedido e informou que o documento está em fase de registro.

No fim de semana, a Polícia Federal apreendeu, por determinação do TSE, após um pedido da coligação de Dilma, folhetos que pedem aos eleitores para que votem em "candidato ou candidata e partidos contrários à descriminalização do aborto". Cita ainda que o PT, em congressos de 2007 e 2010, se colocou favorável à descriminalização do aborto.

Segundo nota fiscal apresentada pela gráfica, 100 mil exemplares do folheto foram encomendados pela Mitra Diocesana de Guarulhos, a um preço de R$ 3 mil. De acordo com a gráfica, outros 2 milhões de folhetos foram pedidos pela Diocese de Guarulhos, mas não chegaram a ser entregues.

A defesa da Diocese, assinada pelo advogado Roberto Victalino de Brito Filho, alega que trata-se de um "documento verdadeiro", aprovado pelo Conselho Episcopal Sul 1 (Grande São Paulo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em assembleia realizada no dia 3 de julho de 2010. "Não se trata de um panfleto, mas de documento da Igreja Católica", afirma o pedido, rebatendo o fato de o material ter sido chamado de propaganda eleitoral.

O pedido cita os motivos de a Igreja ser contra o aborto. "É obrigação dos padres e bispos, defender, até com a própria vida, os princípios de sua religião. Tanto a CNBB Regional Sul 1 quanto a Mitra [Diocesana de Guarulhos] não estão fazendo política", afirma a defesa.

No fim de semana, após a apreensão dos folhetos, a Regional Sul 1 da CNBB divulgou nota informando que "desaprova a instrumentalização de suas declarações e notas e enfatiza que não patrocina a impressão e a difusão de folhetos a favor ou contra candidatos".

O G1 procurou o bispo Nelson Westrupp, de Santo André, que preside a Regional Sul 1, e sua secretária informou que a posição do religioso se mantém a mesma já divulgada por ele. O bispo entende que no momento atual, no segundo turno da campanha, não é o momento de distribuir e defender esse documento.

Gráfica
O PT afirmou, no começo da semana, que há "indícios veementes" de que os folhetos aprendidos tenham sido produzidos pela campanha de José Serra. A campanha de Serra negou qualquer envolvimento. "A gráfica é de uma filiada ao PSDB, ela é irmã de pessoa de estrita confiança do candidato", disse na ocasião o deputado federal José Eduardo Cardozo, secretário nacional do PT. Ele afirmou, porém, que não faria "acusações sem provas".

Uma das donas da Gráfica Pana, no bairro do Cambuci, na capital paulista, é Arlety Satiko Kobayashi, irmã de Sérgio Kobayashi, coordenador de infraestrutura da campanha de José Serra.

Na gráfica, uma funcionária confirmou que Arlety é dona da empresa, mas que ela não se pronunciaria sobre o caso. Arlety é filiada ao PSDB desde 27 de março de 1991, de acordo com o site do Tribunal Superior Eleitoral, e sua situação é considerada regular.

Paulo Ogawa, marido de Arlety, disse ao G1 que a esposa dele nunca foi militante do PSDB. "Ela só se filiou para efeito de filiação, numa época que o irmão precisou. Foi para ajudar o irmão." Para ele, as cópias que fez são legais. "O pedido é totalmente legal na minha forma de ver, assinado por três bispos mais um quarto, que é da diocese de Guarulhos. Não tenho o que contestar um pedido desse. O folheto coloca mais a posição de uma igreja."

A reportagem aguarda informações da Diocese sobre qual explicação foi dada à Justiça Eleitoral sobre o motivo de a encomenda ter ocorrido naquela gráfica.

(Fonte: G1.com.br)

DIVERGÊNCIA ENTRE INSTITUTOS DE PESQUISAS PODE SER GOLPE

A divergência entre os institutos de pesquisas, que erraram a previsão no primeiro turno da campanha, mostra o quanto os mesmo podem estar comprometidos com algo ou alguém. A situação é grave. Não dá como conferir realidade quando em todo o Brasil só se pesquisa cerca de 3.000 pessoas. A metodologia deve ser mudada. Por enquanto, as pesquisas reais só no dia da eleição.

Sensus mostra Dilma com 52,8% e Serra com 47,2% dos votos válidos

Pesquisa Sensus divulgada na noite desta quarta (20) pelo site da Confederação Nacional do Transporte (CNT), que encomendou o levantamento, indica a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, com 52,8% dos votos válidos e o candidato do PSDB, José Serra, com 47,2%. Os votos válidos excluem brancos, nulos e indecisos.

Pelo critério de votos totais (que incluem brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 46,8% e Serra, 41,8%. Brancos e nulos são 4,1%, segundo o instituto Sensus. Os que não sabem em quem votar e os que não responderam somam 7,2%.

A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para mais ou menos.

O instituto fez 2 mil entrevistas nos dias 18 e 19 de outubro em 136 municípios de 24 estados. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo 36.192/2010.

Dilma tem 56% dos votos válidos, e Serra, 44%, aponta o Ibope

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, está 11 pontos porcentuais à frente de José Serra (PSDB), segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta quarta-feira, 20. A petista tem 51% das intenções de voto contra 40% de José Serra (PSDB). Votos brancos e nulos somam 5% e 4% não sabem ou não responderam.

Considerando-se apenas os votos válidos (excluídos nulos, brancos e eleitores indecisos), Dilma teria 56% contra 44% do tucano.

A petista quase dobrou a diferença em relação ao tucano registrada na pesquisa anterior, realizada entre os dias 11 e 13 de outubro. Naquele levantamento, Dilma tinha 49% das intenções de voto (53% dos votos válidos) contra 43% de Serra (47% dos votos válidos). No primeiro turno, a candidata do PT teve 46,9% dos votos válidos, contra 32,6% do adversário.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 20 de outubro e está registrada no TSE sob o protocolo 36476/2010. Foram realizadas 3010 entrevistas em 201 municípios de todo o País. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Dilma tem pré-campanha ligada à quebra de sigilo

Reportagem do Jornal Folha revela que a Polícia Federal fez conexão entre a quebra do sigilo fiscal de pessoas ligadas ao candidato José Serra (PSDB) e o dossiê preparado pelo chamado "grupo de inteligência" da pré-campanha de Dilma Rousseff (PT).

De acordo com a investigação, o jornalista Amaury Ribeiro Jr., ligado ao "grupo de inteligência”, seria o responsável pelo pagamento de R$ 12 mil ao despachante Dirceu Rodrigues Garcia pelas informações obtidas na Receita Federal.

(Fonte: online@oestadoce.com.br com Folha)

Vox Populi abre o segundo ato da farsa

"Às 20:02 de 3 de outubro, sob o título O grande naufrágio, um texto de três linhas fez aqui no Direto ao Ponto a constatação necessária:

Embora a apuração não tenha terminado, as pesquisas de intenção de voto, somadas, já permitem identificar os protagonistas do maior fiasco das eleições de 2010.

Foram os institutos de pesquisa.

No dia 9, o tema foi retomado pelo post que resumia a ópera dos malandros no título: Os comerciantes de porcentagens estão prontos para o segundo ato da farsa. Trecho:

Um dia antes da eleição, a última pesquisa do Vox Populi liquidou a fatura em favor de Dilma Rousseff: com 57% das intenções de voto, a candidata de Lula e do instituto foi dispensada da disputa do segundo turno por uma diferença de muitos milhões de cabeças. “Fomos os primeiros a identificar o crescimento de Dilma”, gabou-se Marcos Coimbra, presidente da loja de porcentagens. Esqueceu-se de combinar com as urnas: terminada a contagem dos votos, os 57% foram reduzidos a 46%.

Entre a profecia de Coimbra e o encerramento da apuração, quase 14 milhões de brasileiros sumiram misteriosamente no buraco negro escavado por 11 pontos percentuais. Em paragens civilizadas, os coimbras da vida passariam a semana sentados no meio fio, chorando lágrimas de esguicho e examinando as opções possíveis: sair em desabalada carreira ou apresentar-se à delegacia mais próxima, escoltado por um advogado que cobra por minuto. Mas o País do Carnaval ainda não aprendeu a tratar como criminosos os especialistas em estelionato estatístico. Sem medo de cadeia, os ilusionistas preparam outro lote de pesquisas forjadas para que se dissemine a certeza da vitória governista. Sem terem sequer balbuciado desculpas pelo fiasco no primeiro turno, estão prontos para o segundo ato da farsa.

Eles regressaram à cena do crime com movimentos furtivos de punguista. Para que a plateia iludida não explodisse em vaias, o Vox Populi, o Ibope e o Sensus trataram de aproximar seus resultados dos obtidos pelo DataFolha, o único que erra sem evidências de má fé. Seria demais instalar Dilma Rousseff, já na primeira pesquisa do recomeço da campanha, na folgada dianteira que ocupou até receber o corretivo das urnas. Mas comerciantes gulosos são impacientes. Nesta terça-feira, o Vox Populi inventou uma distância de 12 pontos entre a candidata do grande cliente e o adversário oposicionista.

A vantagem imaginária ajuda a abastecer o caixa da campanha, mantém elevado o moral das milícias, pode eventualmente reduzir o entusiasmo do inimigo. Brasileiro, raciocinam os fabricantes de algarismos, acredita em assombração, alma do outro mundo, ET de Varginha, até no que Lula diz. Por que não iria acreditar em institutos agrupados no Departamento de Pesquisas e Boas Notícias do PT?

Entre o levantamento da semana passada e o desta terça-feira, Aécio Neves desencadeou a vigorosa ofensiva do PSDB mineiro, Geraldo Alckmin acelerou a mobilização para ampliar a votação do candidato tucano em São Paulo, os governadores eleitos do Paraná e de Santa Catarina lançaram-se à consolidação da frente sul com o apoio dos chefes do PMDB gaúcho, os programas do horário eleitoral se tornaram mais consistentes — os ventos, enfim, sopraram a favor de Serra.

No mesmo período, Dilma reencontrou o palanque mineiro esvaziado pelo sumiço de Hélio Costa e Patrus Ananias, tripulantes do barco governista começaram a estender uma perna em direção à caravela da oposição, a candidata aprendiz atravessou um debate inteiro à beira do chilique, Lula perdeu a voz por alguns dias, Sérgio Cabral foi passear na Europa. Tudo somado, a coisa estaria de bom tamanho se Dilma ficasse no mesmo lugar. Marcos Coimbra achou pouco. E foram providenciados os 12 pontos.

Só quando os brasileiros estiverem a alguns metros das urnas virão as correções de curvas e súbitas mudanças nos índices, atribuídas a tendências de última hora. A metodologia é a de sempre. O que há de novo é a insolência que resulta da certeza da impunidade. Entre o estelionato do primeiro turno e o começo da reprise, passou-se apenas uma semana. Os envolvidos nas delinquências sabem que serão desmoralizados pelos votos e expostos ao deboche. Como não se assustam com isso, resta interromper-lhes o avanço com o Código Penal."

DO BLOG. Essa reportagem, aspeada, é de autoria do jornalista Augusto Nunes.

DO BLOG2. Na reportagem anterior, também aspeada, portanto não é de nossa autoria, falamos do texto de Bertolt Brecht, "O Analfabeto Político". Por sugestão de nossos leitores, estaremos mais atentos a indicação dos autores dos nossos textos.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O PIOR DOS ANALFABETOS. PARA VOCÊ TIRIRICA.

"O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais."

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Para grupo de indecisos, Serra venceu debate Folha/RedeTV!

Na Folha Online:
Para um grupo de 27 eleitores convidados a avaliar o debate minuto a minuto a convite da Folha e da RedeTV!, o candidato José Serra (PSDB) teve desempenho melhor que Dilma Rousseff (PT).No início do programa, os avaliadores se dividiam assim: 23 indecisos, dois dispostos a votar em Serra e outros dois em Dilma. Ao fim do debate, Serra tinha 14 votos, Dilma contava outros seis, e sete eleitores permaneciam indecisos.

O resultado acompanha a avaliação do desempenho de cada um: 14 acharam Serra melhor, e outros seis preferiram Dilma. A avaliação reproduziu os métodos usados pelas duas campanhas para avaliar o desempenho de seus candidatos. Os convidados assistiram à transmissão do debate num telão e receberam controles remotos para dar notas de 0 a 100 a cada resposta. A avaliação foi promovida pela empresa Interativa, que opera o sistema “view facts”.

Debate Folha-RedeTV – Dilma vive o seu pior momento.

Não sei quem vai vencer a eleição de 2010 — eu adoro começar os meus textos com esta frase, hehe, porque imagino a cara de tacho dos que sabiam… —, mas asseguro que os petistas andam muito preocupados. E o debate de ontem, promovido pela Folha e pela Rede TV, ajuda a explica por quê. Vamos ser claros? A candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, está perdida e vive o seu pior momento desde que a corrida começou. Se isso vai ou não se refletir nas urnas, bem, isso eu também não sei.

Exceção feita àqueles que são fãs do PT e que votam no partido ainda que o candidato seja um poste de bigode, acho difícil que alguém possa dizer que Dilma se saiu bem no embate de ontem. Já o tucano José Serra teve o seu melhor desempenho.

Eu não sei quem vai vencer a eleição de 2010, mas se nota um certo esgotamento da tática petista. Os ataques permanentes ao governo FHC e a louvação exagerada de Lula foram armas muito eficientes no primeiro turno, diante de uma campanha de Serra que não conseguia, isto é evidente, encontrar o tom, perdendo-se num administrativismo minimalista, embora tocasse, sim, em questões sérias e graves da gestão, como a saúde por exemplo. Mas faltavam a voz e a postura do estadista, do governante com uma mensagem. E isso apareceu no segundo turno na campanha eleitoral — que descobriu que quem só apanha perde — e nos debates. E Dilma, que realmente esperava triunfar no primeiro turno, perdeu o rumo. E não o encontrou até agora.

Lula vai ter de se desdobrar e entrar ainda mais na campanha. Pode dar certo? É claro que pode. Mas também pode reforçar a suspeita de que Dilma é incapaz de andar pelas próprias pernas e de que alguém assim não pode presidir o Brasil. É uma operação de risco.

Nos estúdios da Rede TV, o clima entre os petistas, ao fim do encontro, era de velório. Tivessem ido bem, viria a arrogância conhecida. Eles não sabem ganhar ou perder nem um mísero debate. E, nesse caso, não dá para chamar a Polícia Federal.

MÃES DO BRASIL

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A questão é saber se extrair um feto é ou não como extrair um dente, a exemplo do que disse Dilma. Ou: PT quer obrigar Igreja a abjurar sua crença

Petistas da Paraíba fizeram um abaixo-assinado, que pretende falar em nome do povo, pedindo a cabeça de dom Algo Pagotto, arcebispo, que se pronunciou publicamente contra a defesa que faz o PT da legalização do aborto. Para ele, trata-se de introduzir no Brasil a “cultura da morte”. O arcebispo da Igreja Católica, que a tanto chegou segundo uma hierarquia que não foi inventada por ele, tem todo o direito de se manifestar. Ou alguém contestou o autoproclamado bispo Edir Macedo, dono da Igreja Universal e defensor fanático do aborto, quando deu apoio explícito à candidatura de Dilma Rousseff? Note-se que dom Aldo não apoiou ninguém. Apenas lembrou um princípio de sua Igreja.

O governo pressiona a CNBB para que a Regional Sul I reveja os termos de uma recomendação dada aos fiéis: que não votem em candidatos que defendam o aborto. O PT leu como indução da Igreja o que era, de fato, dedução partidária: “Dado o que pensa Dilma sobre o aborto, pode ser uma recomendaçao de voto contra ela”.

Curioso… O PT tenta forçar a Igreja Católica — na verdade, todas as igrejas, também as protestantes tradicionais e evangélicas — a abjurar sua crença e a adotar a do partido. O aborto tomado como questão simplesmente afeita ao direito das mulheres coisifica o feto.

Não por acaso, no dia 14 de maio, em Brasília, na chamada “Missa dos Excluídos”, que encerrou o 16º Congresso Eucarístico Nacional, indagada sobre o aborto, afirmou a Dilma:
“Não é uma questão se eu sou contra ou a favor, é o que eu acho que tem que ser feito. Não acredito que mulher alguma queira abortar. Não acho que ninguém quer arrancar um dente, e ninguém tampouco quer tirar a vida de dentro de si”.

E o que ela “acha que tem de ser feito”? Ora, ela acha que a prática tem de ser legalizada. Que ela tenha comparado um feto a um dente “excluído” na Missa dos Excluídos não deixa de ser uma ironia macabra.

Michel Temer (ver abaixo) declara, agora, o fim da polêmica. Não! Essa luta vai continuar porque o governo Lula, que está aí, elegeu-se e reelegeu-se sem debater o assunto. Não obstante, passou oito anos fazendo proselitismo pró-aborto e mobilizando a máquina oficial, como evidenciam o Ministério da Saúde e a Secretaria da Mulher, em favor da legalização. A Fiocruz chegou a financiar um filme a respeito.

A questão é saber se um feto é ou não como um dente. E esse debate não vai acabar agora, não, senhor Temer, vença quem vencer.

COISAS DE POBRE, COISAS DE RICO

Eles pensam que os eleitores são idiotas

Dilma Rousseff tem o direito de acreditar ou não em Deus, em Nossa Senhora, em um santo ou em todos, em Lula, no PT ou nas aparições regulares de ETs em Varginha. Pode frequentar igrejas ou não fazer ideia do que é uma missa. Está liberada para decorar a Bíblia ou não conseguir recitar a Ave Maria. E deve sentir-se à vontade tanto para defender quanto para criticar a legalização do aborto. Mas não tem o direito de mentir, sejam quais forem as condições de temperatura e pressão da campanha presidencial.

Lula pode advogar em defesa do casamento entre pessoas do mesmo sexo ou lutar para que jamais seja instituído. Tem o direito de endossar integralmente o Programa Nacional de Direitos Humanos ou opor-se a alguns tópicos. Mas não pode endossar ou repelir simultaneamente a mesma coisa. Ou acha isto ou acha aquilo. Estejam como estiverem as curvas das pesquisas eleitorais, um presidente da República tem o dever de expressar claramente o que pensa. O vídeo divulgado pelo blog do Josias de Souza reafirma que, para eleger a sucessora, Lula está enganando o país.




Nem Dilma nem Lula têm o direito de contar mentiras para ganhar a eleição. Claro que ambos apoiam sem restrições todas as propostas do PNDH. Claro que Dilma não sabe da missa nem o começo, que Lula aceita com naturalidade a união homossexual. Não há nada de errado nisso. Se fossem sinceros, estariam apenas exercendo a liberdade de crença e de opinião que a Constituição garante. Em vez disso, resolveram tratar todos os brasileiros como um bando de idiotas. Logo descobrirão que a maioria não é.

Terceira onda favorece Serra.



Situação se assemelha ao Ceará quando Cid conseguiu eleger seus dois senadores após a crescente queda de Tasso.

Com a divulgação esta semana dos resultados das pesquisas dos quatro principais institutos do país _ Datafolha, Ibope, Vox Populi e Sensus _ ficou evidente que uma terceira onda se formou nesta reta final do segundo turno da campanha presidencial. Os números variam de uma pesquisa para outra, mas há um ponto em comum: a curva de Dilma desce, a de Serra sobe, e a “boca do jacaré” está lentamente se fechando.

Quando a campanha começou oficialmente, formou-se a primeira grande onda vermelha de Dilma, que atropelou em poucas semanas a liderança que Serra vinha mantendo desde o ano passado. A distância entre os dois principais concorrentes foi-se alargando com o começo da propaganda na TV, de tal forma que, abrindo mais de vinte pontos de vantagem, quase todo mundo deu como certa a vitória de Dilma no primeiro turno, até mesmo seus adversários.

Na última semana do primeiro turno, porém, todos foram surpreendidos pela segunda onda, a verde, na verdade um tsunami de nome Marina Silva, que passou a campanha toda mantendo-se firme em torno dos 10 pontos e, no final, disparou para 20, levando a eleição para o segundo turno.

De uma hora para outra, o ar desanimado de Serra e dos tucanos foi substituído por um largo sorriso, a campanha errante tomou prumo, o programa de televisão ganhou vida, aliados que vinham se estranhando passaram a falar a mesma língua. Em apenas duas semanas, os papéis se inverteram, tudo mudou.

Dilma, que venceu o primeiro turno, aparecia em público com ar derrotado e, Serra, que perdeu, posando de vitorioso. O horário político na TV passou a refletir este clima das campanhas, com o programa dos tucanos muito mais ágil, alto astral, mostrando cenas das viagens de Serra pelo país, dosando promessas com ataques. Na verdade, os ataques da oposição foram terceirizados na boca de uma atriz desconhecida, no anonimato da internet, nos panfletos e nos púlpitos das igrejas.

De outro lado, o exército de Dilma parecia despreparado para o segundo turno, como se tivesse jogado todas as suas fichas na certeza de vencer no primeiro. Desmotivados, os aliados da candidata do governo começaram a bater cabeça, como já tinha acontecido lá no início desta campanha eleitoral. Dilma ficou muito presa em Brasília, Lula se recolheu por alguns dias e a candidata se viu obrigada a dar a cara para bater, como vimos no primeiro debate do segundo turno.

Agora é tudo ou nada, jogo rápido, não dá para ficar pensando muito em mirabolantes táticas e estratégias. Faltam apenas 16 dias para voltarmos às urnas, o que é uma eternidade em se tratando de segundo turno de uma eleição presidencial. Nada está decidido, mas é muito difícil que ainda haja tempo para aparecer uma nova onda. Resta saber qual a fôrça e até onde vai esta terceira.

Serra aposta em Aécio para se eleger



José Serra aposta numa virada em Minas Gerais no segundo turno para eleger-se presidente da República

Belo Horizonte - Amparado pela liderança política do ex-governador Aécio Neves, o presidenciável José Serra (PSDB) deu demonstrações, ontem, de que aposta numa virada em Minas Gerais no segundo turno para eleger-se presidente da República. Aécio reuniu 398 prefeitos do Estado em ato que em nada lembrava a apatia do primeiro turno.

Eleito senador por larga margem de votos, e tendo feito seu sucessor no Estado, Antonio Anastasia, Aécio comandou um encontro onde o engajamento pró-Serra e a farta distribuição de materiais de campanha deixavam evidente que a adrenalina era outra. Além de exibir a força política do ex-governador, a reunião revela a nova estratégia tucana: combater o chamado voto "dilmasia", que juntava Dilma Rousseff (PT) e Anastasia.

Orientado por Aécio, Serra assumiu um compromisso em relação ao Fundo de Participação de Municípios (FPM), sem mencionar aumento do porcentual de repasses a prefeitos. Ele também se autoproclamou um municipalista. "Minha proposta é que não seja dado mais nenhum incentivo (fiscal) sem que haja automaticamente a reposição aos municípios", disse Serra. A coordenação de campanha considera que os prefeitos, assim como foram fundamentais na virada de Anastasia, serão protagonistas numa eventual reversão do quadro em Minas no segundo turno.

Novos painéis fotográficos em que Aécio e Serra se abraçam, sob o slogan "Minas é Serra, pelo Brasil" foram criados exclusivamente para o segundo turno. Prefeitos levaram ainda sacolas de adesivos, panfletos e outras peças para seus municípios. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Aécio diz que sua vitória é ‘parcial’, falta eleger Serra



Acusado pelo PSDB federal de fazer “corpo mole” ao longo do primeiro turno, Aécio Neves tornou-se peça é, agora, 100% José Serra.
Arrastou para um evento pró-Serra três centenas de prefeitos. Ao discursar, Aécio disse que seu triunfo em Minas está incompleto.
Elegeu-se senador. Içou Itamar Franco à segunda cadeira de Minas no Senado. Fez o sucessor: Antonio Anastasia. Porém, falta “a vitória de José Serra”, disse.
Tenta-se reverter o placar na prorrogação. Atribui-se aos prefeitos papel de relevo. São eles que, na ponta, estão mais próximos do eleitor.
Com uma bandeira de Minas pendurada no pescoço, Serra afagou a prefeitada. Disse que, eleito, zelará pela integridade do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).
É desse fundo que sai o grosso das verbas que pingam nas arcas municipais. Prometeu um rosário de obras para Minas.
Tratou o PAC como peça de marketing: "Obras não se constroem com saliva, com anúncio de pedras fundamentais, com reinaugurações, se faz é com recursos".
No primeiro turno, Dilma Rousseff amealhou nas urnas mineiras 1,75 milhão de votos a mais que Serra.
Empurrado por Aécio, cuja popularidade rivaliza com a de Lula em Minas, Serra espera reveter o placar adverso no segundo turno.

Vai conseguir? As urnas dirão. Diz a lenda que o eleitor mineiro é indecifrável. Nunca é o que parece. Sobretudo quando parece o que é.
Semanas antes da eleição do primeiro turno, parecia caído de amores por Hélio Costa. Na reta final, foi do provável ao impossível. E deu Antonio Anastasia.

GRAÇAS A DEUS: NOVO BISPO PARA SOBRAL



O papa Bento XVI nomeou nesta segunda-feira, 11, padre Odelir José Magri, MCCJ, o novo bispo para a vacante diocese de Sobral (CE). Nascido no dia 18 de abril de 1963, em Campo Erê (SC), padre Odelir José Magri é da Congregação dos Padres Combonianos. Foi ordenado sacerdote aos 18 de outubro de 1992.
Os estudos filosóficos e teológicos d
o monsenhor Odelir foram feitos em Paris, na França. Em São Paulo, ele fez diversos cursos para formadores, através da Universidade Gregoriana. Como sacerdote, exerceu o ministério pastoral no Congo Kinshasa, África (1992 a 1996); entre 1997 e 1999, monsenhor Odelir foi formador escolástico em São Paulo e pároco. Passou pelo Conselho Provincial ainda em 1999 até 2001 e foi mestre do noviciado de sua Congregação em Contagem (MG), entre 2002 e 2003. Ele é assistente geral da sua Congregação em Roma desde 2003.
Diocese de Sobral
Vacante desde 16 de agosto de 2009, a diocese de Sobral foi criada em 10 de novembro de 1915, pela bula Catholicae Religionis Bonum do papa Bento XV. Ela foi desmembrada da então diocese de Fortaleza. A diocese de Sobral está no norte do Ceará e tem uma superfície de 19.143 km² e cerca de 38,0 habitantes por quilômetro quadrado. É composta por 29 municípios. Seu último bispo diocesano foi dom Antônio Fernando Saburido, OSB, que atualmente é arcebispo de Olinda e Recife (PE).

DO BLOG. Estávamos acéfalos de um bom pastor. A Igreja de Sobral sofreu e sofre muito com essa ausência.
DO BLOG2. O vereador José Vytal foi autor de requerimento ao Núncio Apostólico solicitando urgência na nomeação de novo bispo.

CAMPANHA DE DILMA COMEÇA A CAIR. PT NO DESESPERO



Partido dos Trabalhadores está preocupado com campanha e já acreditam em derrota

O que parecei impossível até a eleição no primeiro turno tornou-se uma realidade. O PT está prestes a perder a grande bocada que é a Presidência da República. O desespero já toma conta dos petistias que, além dos empregos, poderão ser investigados com mais facilidades dos rombos que vem causando ao Brasil (Ex. Mensalão, Erenice, etc). Alguns petistas já se preparam para deixar os seus cargos e já articulam a "arrumação" da casa com o intuito de não serem "pegos" com a "boca na botija" e acabarem presos por corrupção.

Lúcio Alcântara anuncia adesão a José Serra

Para nós esta notícia não é nova , pois já tínhamos adiantado que o PR não estava satisfeito com a postura adotada por Dilma no 1º turno e estaria abandonando a campanha dela.
O que não se esperava era que o Partido da República (PR) fosse engrossar o bloco de oposição à candidatura da petista Dilma Rousseff no Ceará.
O presidente estadual da legenda, Lúcio Alcântara, que disputou e perdeu o Governo para Cid Gomes, anunciará, a partir das 15 horas desta sexta-feira, apoio ao candidato tucano José Serra.
Lúcio fez campanha no primeiro turno em favor de Dilma Rousseff, mas se sentiu desprestigiado a partir do momento em que ela resolveu apostar, na propagada eleitoral gratuita, na reeleição de Cid Gomes.
Além de Lúcio, estarão na coletiva o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, e os presidentes estaduais do DEM, Chiquinho Feitosa, do PPS, Alexandre Pereira, e do PSDB, Marco Penaforte.
FONTE: BLOG DO ZEZÃO.

PROPAGANDA DE SERRA ALÉM DE EMOCIONAR MOSTRA COMPETÊNCIA

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

EMPATE TÉCNICO ENTRE DILMA E SERRA, DIZ SENSUS

Desespero entre os petistas. Empate técnico coloca José Serra a caminho da vitória.

Pesquisa Sensus divulgada nesta quinta (14) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) mostra Dilma Rousseff (PT) com 52,3% dos votos válidos e José Serra (PSDB) com 47,7%. Para se chegar aos votos válidos são excluídos os eleitores que dizem votar em branco ou nulo e os indecisos.

Em votos totais (que incluem os brancos, nulos e os indecisos), Dilma tem 46,8% e Serra 42,7%. Neste cenário, os candidatos estariam empatados tecnicamente no limite da margem de erro. Os eleitores que disseram votar branco ou nulo foram 4% e os que não souberam ou não responderam foram 6,6%.

Para o diretor do instituto Sensus, Ricardo Guedes, as denúncias sobre o escândalo da Casa Civil que derrubou a então ministra Erenice Guerra já vinha tirando votos de Dilma nas últimas semanas do primeiro turno. Na avaliação dele, o debate sobre o aborto e as acusações contra a petista feitas pela internet retiraram os votos que impediram a vitória de Dilma no primeiro turno.

Regiões

Nos dados da pesquisa por regiões, Dilma lidera no Nordeste, onde, segundo a pesquisa, tem 60,7% (Serra soma 31,1% na região). No Sudeste, o instituto aponta um empate técnico - Serra tem 44,7% e Dilma 43,3%. Na região Norte/Centro-Oeste, Serra aparece com 45,7% e Dilma, com 40,7%. No Sul, Serra tem 56% e Dilma, 36,3%, de acordo com a pesquisa.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

VOCÊ CONHECE A FICHA CRIMINAL DE DILMA



Os assaltos eram a principal atividade de Dilma.

VEJAMOS O QUE DILMA FALA SOBRE O ABORTO

Veja o vídeo de Dom Aldo

DOM ALDO PAGOTTO. PARTIDO DOS TRABALHADORES PROMOVE A CULTURA DA MORTE



O ex-bisto de Sobral e atual Arcebisbo Metropolitano da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, em vídeo publicado no Youtube, condena o PT (partido dos trabalhadores) e conclama aos católicos e cristãos a não votarem em Dilma para presidente. "Desde quando chegou ao poder o Partido dos Trabalhadores assumiu como projeto de governo a completa legalização do aborto no Brasil. O partido não escondeu a sua agenda... Não é um equívoco do partido, mas estratégia para implantar a cultura de morte no Brasil... A candidata que nas últimas semanas diz ser a favor da vida, acrescentou ser de uma família católica, afirmou que não apenas era mas que sempre foi a favor da vida, sem aparentemente importa-se com o fato que circula livremente na Internet, um vídeo, na qual em uma gravação realizada no dia 04 de outubro de 2007, ela mesma (Dilma) declara: "o aborto deve ser descriminalizado...hoje no Brasil constituui um um absurdo que o aborto ainda não ter sido descriminalizado" Nós não podemos ficar calados... Estamos diante de um partido (PT) que está institucionalmente comprometido com a instalação da cultura da morte em nosso País, que proibe os seus membros de seguirem suas próprias consciência e se utiliza da mentira enganar eleitores sobre os seus verdadeiros projetos para a nação." Palavras de Dom Aldo.
DO BLOG. Tire as suas próprias conclusões.
vídeo no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=j2q2DI9RsUo

VOTE NA DILMA. Por Arnaldo Jabor

VOTE NA DILMA !

As promoções da época!

Vote na Dilma e ganhe, inteiramente gratis, um José Sarney de presente agregado ao Michel Temmer.

Mas não é só isso, votando na Dilma você também leva, inteiramente grátis (GRÁTIS???) um Fernando Collor de presente. Não pense que a promoção termina aqui.

Votando na Dilma você também ganha, inteiramente grátis, um Renan Calheiros e um Jader Barbalho.

Mas atenção: se você votar na Dilma, também ganhará uma Roseana Sarney no Maranhão, uma Ideli Salvati em Santa Catarina e uma Martha Suplício em S. Paulo. Ligue já para a Dirceu-Shop, e ganhe este maravilhoso pacote de presente: Dilma, Collor, Sarney pai, Sarney filho, Roseana Sarney, Renan Calheiros, Jáder Barbalho, José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno, e muito, muito mais, com um único voto.

E tem mais, você também leva inteiramente grátis, bonequinhos do Chavez, do Evo Morales, do Fidel Castro ao lado do Raul Castro, do Ahmadinejad, do Hammas e uma foto autografada das FARC´s da Colômbia. Isso sem falar no poster inteiramente grátis dos líderes dos bandidos "Sem Terra", Pedro Stedile e José Rainha, além do Minc com uniforme de guerrilheiro e sequestrador. Ganhe, ainda, sem concurso, uma leva de deputados especialistas em mensalinhos e mensalões. E mais: ganhe curso intensivo de como esconder dinheiro na cueca, na meia, na bolsa..., ministrado por Marcos Valério e José Adalberto Vieira da Silva e José Nobre Guimarães.

Tudo isto e muito mais!

sábado, 9 de outubro de 2010

Serra 45 Presidente do Brasil - Site Oficial

Abaixo a propaganda do Serra. Perfeita.

Serra 45 Presidente do Brasil - Site Oficial

terça-feira, 5 de outubro de 2010

PREFEITO DE SOBRAL CUMPRE PROMESSA E DÁ AO PADRE JOSÉ LINHARES MAIS DE 30 MIL VOTOS EM SOBRAL



O prefeito de Sobral, Leônidas cumpriu a promessa na campanha de trabalhar e dar ao seu candidato deputado federal, José Linhares-PP, mais de 30 mil votos. Abertas as urnas, estavam lá mais 32.298(36,72%), dos votos válidos. Mas para essa conquista acontecer e não sair decepcionado da campanha política, porque há quatro anos, José Linhares havia alcançado em Sobral pouco mais de 6 mil votos, e para completar o quadro, Leônidas viu inúmeros amigos da "onça" virar as costas para o seu pedido, para apoiar o Carneirinho, que se rebelou e manteve o seu nome para a disputa, mesmo sabendo que não existia possibilidade de dois candidatos serem eleitos com os votos exclusivo de Sobral, teve que ralar muito e ao lado de Ivo Gomes, comer poeira, gastar sola de sapato e chamar os seus verdadeiros amigos para o embate, porque os "traíras" pularam fora na hora que mais o gestor municipal precisou. Para completar o quadro, o deputado-candidato, José Linhares, queria que tudo fosse resolvido pelo prefeito Leônidas e pelos "Ferreira Gomes", sem reunião nenhuma com as lideranças políticas. Com esse clima dentro da campanha a coisa azedou e José Linhares começou a perder muitos apoios. Somente depois de constatar através de uma pesquisa interna que a "coisa" não tava tão bonita como ele pensava, foi que os vereadores e lideranças políticas foram chamados pelo reverendo e o resultado dessa nova disposição acabou se refletindo nas urnas.

Percebe-se também ao vermos os números da campanha em Sobral, que os "Ferreira Gomes" que perderam em alguns distritos como Taperuaba, Aracatiaçu e Rafael Arruda, terão que chamar as chamadas lideranças política para conversarem reservadamente para uma explicação, porque não dá para entender que a "viúva" distribua as benesses do poder e esses viram as costas ou cruzem os braços no estilo não estou nem ai para a desgraça dos outros.

Como sabemos qual é o estilo de trabalho dos "Ferreira Gomes", logo que a poeira baixar, Ivo Gomes estarão chamando os "infiéis" para um "acocho" e se possível colocá-los para arder na "fogueira" e afastá-los definitivamente de sua convivência política. Leônidas Cristino também deverá tomar posição em relação às punhaladas que sofreu pelas costas que foram muitas, mas que não causou destruição porque teve forças e soube através dos percalços construir uma votação acima do que havia prometido e sair no final cantando vitória, deixando os "infiéis" tontos e sem rumo com a morte prematura do Carneirinho na sua intenção de chegar ao Olimpo (Brasília), e que agora os que sobraram da batalha vão ter que pensar a onde vão aportar para curar as "feridas" e reencontrar outro "canto de sereia" para mostrar serviço, porque o Carneirinho que berrava muito foi para o beleleu.

fonte: http://marcelo.marques.zip.net/

MÚSICA: CARNEIRO. COMPOSIÇÃO: EDNARDO E AUGUSTO PONTES




LETRA:
Amanhã se der o carneiro
O carneiro
Vou m'imbora daqui pro Rio de Janeiro
Amanhã se der o carneiro
O carneiro
Vou m'imbora daqui pro Rio de Janeiro
As coisas vem de lá
Eu mesmo vou buscar
E vou voltar em vídeo tapes
E revistas supercoloridas
Pra menina meio distraída
Repetir a minha voz
Que Deus salve todos nós
E Deus guarde todos vós

MOLEQUE, EU? KKKKKKKKKKKKKKKK



Um bando da imprensa, chapa branca, me chamou de moleque. Moloque, eu? Essa é de achar graça. Moloques são aqueles que, conforme falava o radialista Marcelo Marques, "mamam nas tetas" da prefeitura e traem a confiança do "líder" Leônidas Cristino. Moloques são aqueles que passaram o período eleitoral tentando denegrir a imagem de um dos maiores benfeitores de Sobral. Moleques são aqueles que se julgam "donos da verdade" e na verdade são pessoas que se vendem. Moleques são aqueles que se aproveitaram das benesses do poder e se acham "donos" do poder. Aliás, leitores, estas criaturas não podem ser chamadas apenas de moleques, afinal, a "molecagem" é comum nas pessoas. O que não é comum é a trairagem, a sacangem, a vagabundagem. Não é comum ser canalha, ser idiota, ser sem vergonha, ser toqueiro, ser "pistoleiro" da imprensa.

Eu preciso apenas esclarecer o seguinte:
1) Não mandei fazer a música que fazia menção a um carneiro berrando. Ouvi no dia das eleições em evento de pessoas ligadas ao município de Sobral.
2) Quem pensou que eleitor era um "idiota" foi quem fez a música do candidato Oman Carneiro com carneiros berrando e enchendo o saco do povo.

Só para terminar. VOCÊS VÃO TER QUE ME ENGOLIR. Outra coisa. TODA AÇÃO GERA UMA REAÇÃO E, PARA MIM, NÃO SERÁ PROPORCIONAL A AÇÃO.
MOLEQUE, EU? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

PADRE ZÉ DOBRA A SUA VOTAÇÃO

O deputado federal Padre Zé praticamente dobrou a sua votação, de 46 mil votos para 92 mil. Para quem dizia que Padre Zé estava "morto", ficou só a vontade. Oh véi macho.

PROFESSOR TEODORO PODE NÃO SER ELEITO

Se ficha suja não valer, o deputado estadual, Professor Teodoro, pode não ser eleito. Em instantes os cálculos.

INDEFINIDA VOTAÇÃO PARA DEPUTADO NO CEARÁ POR CONTA DOS FICHAS SUJAS

No Ceará a situação de alguns deputados estaduais tido como eleitos pode não se concretizar. A situação se explica por culpa de alguns resultados não contabilizados por culpa do indeferimento do registro de alguns candidato tido como ficha suja. Explica-se. O Tribunal Superior Eleitoral informou que os votos obtidos por ficha sujas não seriam contabilizados e no Ceará várias candidatos obtiveram boa votação e pode modificar o resultado final das eleições.
Em instantes traremos os nomes dos possíveis candidatos tido como eleitos e que poderão, de fato, não serem diplomados se o ficha suja não valer.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

VOTAÇÃO DO PADRE ZÉ. 92 MIL. NADA DE SURPRESA


A votação do deputado federal Padre Zé em Sobral não foi nenhuma surpresa, ao contrário, foi o previsto na margem de erro de nossa pesquisa. Padre Zé foi o maior baluarte. Oman colou em todos os deputados estaduais votados em Sobral (Oman e Mirian, Oman e Roberto Cláudio, Oman e Ivo, Oman e Teodoro, Oman e Patrícia, Oman e Dr. Guimarães, Oman e Nenen Chicute) e ainda assim perdeu para o Padre Zé em cerca de 10 mil votos, o que, para nós, também foi o esperado. Oman teve o apoio de 90% da imprensa e ainda do grande número de traíras da Prefeitura. O que pensar disso.

Conclusão:
1) Padre Zé nunca decepcionou o povo de Sobral.
2) Padre Zé não comprou o apoio da imprensa, nem deve comprar.
3) Padre Zé vai continuar trabalhando pelo seu povo indepentende de reconhecimento.
4) Os sobralenses estão de parabéns, mas podia ter sido um pouco mais grato ao Padre Zé.
5) Ficou provado que na eleição passada Ciro tirou e botou votos para o Padre Zé.

OMAN BERRANDO CARNEIRO ATRAPALHOU



O candidato Oman Carneiro atrapalhou. Mas como todo mundo disse: "Carneiro que muito berra não presta", vai para o fogo....kkkkkkkk

IMPRENSA BABACA

Um bando de vagabundo da imprensa maldita tentou de todas as formas derrubar o Padre Zé. Agora vão ter que me engolir.... Padre Zé foi eleito deputado federal com mais de 92 mil votos. Com essa votação Padre Zé seria eleito em qualquer coligação.

O CANDIDATO QUE TAVA COM A VITORIA CERTA

OMAN CARNEIRO SO TEVE:

321010 PRB - PRB / PDT / PT / PMDB / PSC / PSB / PC do B42.989 (1,08%)

SÓ ATRAPALHA....

GOVERNADOR ELEITO

Seq.Nº Cand. Nome Candidato Partido / ColigaçãoQtde. Votos
140* PSB - PRB / PDT / PT / PMDB / PSC / PSB / PC do B2.436.940 (61,27%)

SENADORES ELEITOS

Seq.Nº Cand. Nome Candidato Partido / ColigaçãoQtde. Votos
1151* PMDB - PRB / PDT / PT / PMDB / PSC / PSB / PC do B2.688.833 (36,32%)
2135* PT - PRB / PDT / PT / PMDB / PSC / PSB / PC do B2.397.851 (32,39%)